Grupo Cornélio Brennand reúne colaboração e comunicação com o Beehome

Leitura
6 min

Plataforma conecta 100% dos colaboradores do Grupo, incluindo força de trabalho deskless, e permite aumentar confiança, pertencimento e transparência por meio da comunicação interna

À medida que a tecnologia remodela as relações de trabalho, as empresas são levadas a repensar suas estratégias de comunicação com o colaborador. Com 105 anos de existência, o Grupo Cornélio Brennand, sediado em Pernambuco, conseguiu engajar seus mais de 800 colaboradores em uma plataforma de comunicação totalmente colaborativa, transformando sua cultura organizacional com apoio da Beehome.  

Com atuação na indústria de vidros planos, energias renováveis e desenvolvimento imobiliário, o desafio do Grupo era unir comunicação interna e colaboração em um ambiente único. “Comunicação não é mais uma via de mão única e as redes sociais estão aí provando isso o tempo inteiro”, compartilha Lúcia Oliveira, Coordenadora de Comunicação Corporativa do Grupo Cornélio Brennand.

Lúcia Helena, Coordenadora de Comunicação Corporativa

O objetivo era empoderar os colaboradores para que eles também fossem parte ativa do processo de comunicação na empresa. Sobretudo, também havia a necessidade de incluir a força de trabalho “deskless”, ou seja, aquela que não trabalha em um computador e geralmente desempenha atividades operacionais. 

Foi quando o Grupo partiu em busca de novas soluções no mercado e escolheu a plataforma da Beehome em 2019 para implementar o Zum, nome dado internamente à ferramenta de comunicação interna. 

Colaboração e informação em um só lugar

A intranet era utilizada como canal oficial de comunicação interna do Grupo Cornélio Brennand há muitos anos, porém não oferecia o dinamismo e recursos suportassem essa nova visão de comunicação mais colaborativa. Em paralelo, a empresa já havia utilizado uma rede social corporativa que não gerou o engajamento esperado porque era mais uma ferramenta a ser acessada no dia a dia.

“A Beehome era o que a gente precisava, pois oferecia tudo em um lugar. Conseguimos unir informação e colaboração em um só ambiente onde nossos colaboradores também podem contar novidades e interagir com outros colegas na plataforma. Todos agora produzem conteúdo”, comenta Lúcia. 

Além de oferecer tudo em um só lugar, a ferramenta incluiu o colaborador que não estava conectado.

A migração para a plataforma digital ampliou esse alcance para 100% dos colaboradores, que agora podem acessar as informações corporativas e publicar conteúdo também via aplicativo. Para acessar, os colaboradores não precisam ter um e-mail corporativo, basta apenas o CPF e de acesso à internet.

Durante a pandemia as áreas operacionais do Grupo não pararam, mas os colaboradores em regime administrativo passaram a trabalhar remotamente. Até hoje esse retorno aos escritórios segue voluntário. “Conseguimos manter nossos colaboradores engajados e bem-informados, seja na operação ou em home office. O modelo anterior de intranet não conseguiria gerar a mesma proximidade ou alcance, nem nos permitiria realizar ações e campanhas de engajamento durante a pandemia”. 

Comunicação estratégica 

Lúcia também comenta que a área de Comunicação vem se tornando cada vez mais estratégica para o Grupo: “Um dos nossos grandes aliados com certeza é o Zum, que nos permite alcançar 100% do nosso público e estimular nossos colaboradores a se envolverem cada vez mais na construção de um ambiente colaborativo onde as informações podem fluir em todas as direções e não partindo apenas da nossa área. A plataforma também fornece uma série de indicadores e métricas que não tínhamos antes e outra funcionalidade importante pra nós é que quando precisamos que determinada notícia seja acessada com rapidez a gente ativa a notificação e isso faz muita diferença”.

Por meio da plataforma, os colaboradores conseguem acessar as principais notícias da empresa, saber quem faz aniversário de vida ou de tempo de empresa, conhecer os colaboradores recém-chegados, assistir a vídeos, interagir com os conteúdos oficiais e de outros colegas e postar novidades. Para que o lançamento da plataforma atingisse seu objetivo principal de oferecer tudo em um só lugar, a coordenadora explica que foi imprescindível migrar todo o conteúdo que era acessado na antiga intranet, como políticas, procedimentos, histórico das edições anteriores da revista interna, informações sobre benefícios e uma série de outros documentos. “Também preparamos uma super campanha interna para apresentar a nova plataforma que envolvia desde bate-papos com as áreas, contagem regressiva nas TVs, até uma série de peças, tanto digitais quanto impressas, espalhadas em todas as nossas localidades. No Dia D ainda fizemos blitz nas áreas com promotores para incentivar o acesso e distribuir brindes para aqueles que entravam e já interagiam com os conteúdos. O engajamento dali em diante só cresceu”.

Outro fator chave de engajamento consiste em oferecer na ferramenta menus de acesso a outros sistemas utilizados pelos colaboradores, como o de contracheque, agendamento de férias, avaliação de desempenho e abertura de chamados. E uma estratégia que tem aumentado o engajamento no Grupo Cornélio Brennand é o lançamento periódico de novas funcionalidades oferecidas pela Beehome, como é o caso do podcast, recurso recém-lançado internamente e que já tem sido um sucesso de audiência. “Desde que implantamos a ferramenta em 2019, vimos várias inovações sendo lançadas pela Beehome e muitas delas foram sugeridas pelos próprios clientes da plataforma que vivenciam as dores diárias da comunicação interna. A gente, por exemplo, sugeriu os recursos de reações e emojis nos posts, seguindo o exemplo de outras redes sociais, e a interação do público interno com os conteúdos aumentou ainda mais”.

Mas, sem dúvidas, um dos principais diferenciais para o sucesso do projeto no Grupo Cornélio Brennand foi envolver todas as lideranças para explicar aquele “novo movimento de comunicação”, os benefícios da plataforma e convidá-los para fazerem parte antes mesmo do lançamento uma vez que o acesso à ferramenta foi liberado previamente somente para este público. “Ter os nossos gestores também como embaixadores da iniciativa fez toda a diferença. Naquele momento queríamos reforçar que não é apenas a área de Comunicação que faz a comunicação, e sim que esse processo é transversal, é responsabilidade, direito e oportunidade para todos. E que quando temos esse processo fluindo em todos os níveis da empresa, isso gera ainda mais confiança, pertencimento e transparência”, finaliza.